Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Clipping/O Globo 1 — Tucanos e tonalidades

Reinaldo Azevedo

2023-02-20T17:22:27

23/02/2017 22h27

As frases a seguir estão na reportagem de Aguinaldo Novo em O Globo desta segunda. Foram colhidas na convenção estadual do PSDB, que oficializou a candidatura de José Serra ao governo de São Paulo. De FHC: "(Eles) estão cacarejando sobre os ovos postos por outros (…).Não temos medo de comparação. Venham com qualquer tema. Chega de bazófia, de garganta. E esse presidente fala muito e, quando tem de fazer, deixa para os outros" . De Geraldo Alckmin: "Não existe o Fundeb ( Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Básico ), assim como não existe a transposição do Rio São Francisco, o Fome Zero e tantos outros. O que existe é a mentira. E aprendi com meu pai que a mentira tem perna curta". De Serra: "Os petistas, os vestais do templo da moralidade, defendem-se das acusações dizendo que todos os políticos são iguais. Isso é falso como nota de R$ 3. Nunca confundimos governo e partido. Nossa escala de valores é outra". Rodando um tanto pela Dutra, podia-se chegar ao Rio, onde o tucano Aécio Neves, candidato à reeleição ao governo de Minas, emprestava apoio ao deputado Eduardo Paes, que concorre a governo do Estado pelo PSDB. No mesmo Globo, em reportagem de Mauá Menezes, aparece Aécio dizendo: "Não pretendo fazer uma campanha atacando pessoalmente o presidente, mas mostrando que, para o Brasil, seria muito ruim mais quatro anos de um governo que se fragilizou, que perdeu seu núcleo central e que terá que ceder excessivamente a seus aliados."

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo