Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Três dias depois de falar em fechar Supremo, Eduardo disse que bolsonarismo não aceitaria decisões contrárias da Corte e fez mais ameaças

Reinaldo Azevedo

2023-10-20T18:08:14

23/10/2018 08h14

Quanto a Eduardo Bolsonaro, o ataque ao Supremo disparado no dia 9 de julho não foi o único. A coluna Painel, da Folha, desta terça lembra o que ele disse numa audiência pública sobre urnas eletrônicas três dias depois: "Tenho uma coluninha semanal no jornal Hora Extra. E uma das matérias (sic) que coloquei lá é o seguinte: 'Pensar fora da caixinha para derrubar a ditadura do STF. Fica ao gosto deles, não se analisa mais a constitucionalidade. Acredito que, caso o próximo presidente venha a tomar medidas contrárias ao gosto desse STF, eles vão declarar inconstitucional, e aqui a gente não vai se dobrar a eles, não. Quero ver alguém reclamar quando estiver num momento de ruptura mais doloroso do que colocar dez ministros a mais na Suprema Corte. Se esse momento chegar, quero ver quem vai pra rua fazer manifestação pelo STF". Como se nota, o deputado acha que pode mais quem leva mais gente para a rua. Não! Isso não é coisa "de direita". Isso é populismo rasteiro. E, se a rua tem o objetivo, como é o caso, de afrontar a Justiça e de desrespeitar a Constituição, bem, então é prática fascitoide mesmo.
Continua aqui

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo