Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

SUPREMO LEGISLADOR 2: Argumento de que indulto natalino do ano passado beneficiava os condenados por corrupção é puro oportunismo

Reinaldo Azevedo

2030-11-20T18:16:15

30/11/2018 16h15

A PGR argumentou que os critérios adotados no indulto acabariam beneficiando também criminosos do colarinho branco. Ocorre que essa é uma argumentação oportunista, que pega carona no lava-jatismo. O indulto costuma ser dado a criminosos não violentos que já cumpriram parte da pena. Roberto Barroso abraçou a argumentação da PGR com unhas e dentes e concedeu uma liminar contra o decreto, comportando-se como um legislador. Excluiu do benefício condenados por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e crimes em licitações. Quem atribuiu a Barroso a prerrogativa de estabelecer critérios para o indulto natalino? Obviamente, ninguém.
Continua aqui

 

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo