Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Bolsonaro não precisou renunciar para evitar a inelegibilidade; processo começou a andar a passos de cágado no STF. O relator? Luiz Fux

Reinaldo Azevedo

2018-01-20T19:06:21

18/01/2019 06h21

Explica-se a preocupação de Bolsonaro: caso tivesse sido julgado e condenado, perderia o mandato, segundo dispõe o Artigo 55 da Constituição, e também se tornaria inelegível enquanto durasse os efeitos da condenação, segundo o Artigo 15 da Carta.

Aos poucos, a sua preocupação foi desaparecendo porque o processo começou a andar a passos de cágado. O relator, vejam que coincidência, é Luiz Fux, o mesmo que concedeu a liminar a Flávio Bolsonaro, aquele que, ao lado de Jair, assentia quando o pai chamava o foro especial de "porcaria" e acusava ao menos 450 deputados de só pensar nisso. Flávio foi ao Supremo em busca da tal "porcaria".

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo