Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

ATAQUE 2: Presidente ataca funcionários públicos que são seus subordinados

Reinaldo Azevedo

2018-04-20T19:05:39

18/04/2019 05h39

Bolsonaro e seus índios de propaganda: pretexto para atacar órgão indigenista e ambiental. Não fez uma só proposta

Nesta sexta, comemora-se o Dia do índio. Entre os dias 24 e 26, milhares deles devem se reunir em Brasília, na Praça dos Três Poderes, no evento intitulado Acampamento Terra Livre, como acontece todos os anos. Desta feita, quem vai acompanhar o ato e reprimir eventuais conflitos não será a Polícia Militar do Distrito Federal, mas a Força Nacional de Segurança. O pedido foi feito pelo GSI (Gabinete da Segurança Institucional). Por si, escrevi aqui, já se está diante de um erro porque se parte do pressuposto de que a PM do DF não será capaz de conter os ânimos. E se evidencia que se espera mesmo é confronto, o que, convenham, é próprio de quem não dialoga. Mas vá lá. Torçamos para que tudo ocorra de forma pacífica. Infelizmente, na "live" desta quarta, o presidente não se pintou para a paz, mas para a guerra. Tomou o cuidado de levar cinco indígenas para contracenar com ele, todos escolhidos a dedo, escalados para endossar o seu discurso acusatório, sem alvo, generalista e ofensivo a funcionários públicos que, esqueceu-se o mandatário, são, na prática, seus subordinados.
Continua aqui

 

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo