Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Autodefesa? Com 5 mil cartuchos por indivíduo/ano? É uma mentira grotesca!

Reinaldo Azevedo

2012-05-20T19:08:36

12/05/2019 08h36

O presidente Jair Bolsonaro, como sempre, não sabe direito o que diz — é a hipótese benigna. Se souber, então a coisa é estupidamente mais grave. Justificou assim o seu mais recente e ilegal decreto sobre armas:"O nosso decreto não é um projeto de segurança pública. É, no nosso entendimento, algo mais importante. É um direito individual daquele que, porventura, queira ter uma arma de fogo, buscar a posse, que seja direito dele, respeitando alguns requisitos".

Bem, que tipo de governante opõe o "direito individual" à "segurança pública", especialmente quando o exercício do que ele chama "direito individual" conduz à INSEGURANÇA pública?

Mais: o decreto NÃO TRATA DA POSSE DE ARMAS, mas do PORTE DE ARMAS.

Mais ainda: diz-se que o tal decreto se presta a garantir o direito à autodefesa.

É mesmo?

Eu desafio o presidente a demonstrar que um indivíduo, em nome da autodefesa, possa comprar por ano até CINCO MIL CARTUCHOS para armas de uso permitido e MIL para armas de uso restrito.

Quer dizer que, para se defender, um proprietário e portador da arma de fogo pode efetuar mais de 13 disparos por dia? O portador da arma especial, mais de 3?

É autodefesa num país em guerra civil, presidente?

Mais: quem precisa de pistolas 9 mm e .40 PARA SE DEFENDER?

Defender-se de quem?

Bolsonaro tem certeza de que seu decreto de armas atende mesmo às necessidades dos brasileiros ou, ainda que de forma mais restrita, à daquelas categorias listadas ilegalmente em seu decreto?

As milícias podem estar felizes.

O narcotráfico pode estar feliz.

Não há por que o "homem de bem", em nome de quem o decreto teria sido baixado, comemorar.

Afinal, ele é o alvo potencial dos 5 mil cartuchos por indivíduo, das 9 mm e das .40.

O "homem de bem", nessa tragédia moral, é só o que morre no fim.

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo