Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Eu e Guedes temos de apoiar aposentadoria no STF aos 80. Pela Previdência!

Reinaldo Azevedo

2013-05-20T19:07:25

13/05/2019 07h25

Marco Aurélio e Celso de Mello: eles podem nem querer ou gostar, mas defendo a dupla no Supremo até os 80 anos. No mínimo!

Já estava em debate no Congresso a possibilidade de elevar a idade da aposentadoria obrigatória dos ministros do Supremo de 75 para 80 anos. Durante o governo Dilma, como se sabe, aquilo que foi grosseiramente apelidado de "PEC da Bengala" — o que me parece uma linguagem preconceituosa, abraçada também pela imprensa — elevou o limite de 70 para 75 anos.

Projeto de Lei Complementar de autoria do senador José Serra (PSB-SP) elevou o limite para todos os servidores públicos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.

Eis uma ideia que Paulo Guedes deveria abraçar. Não fiz as contas — e em breve elas devem aparecer. Mas se economizariam alguns bilhões com aposentadoria. TUDO PELA PREVIDÊNCIA!

Celso de Mello, pelas regras atuais, deixa o STF em novembro do ano que vem; Marco Aurélio, em julho de 2021.

Ah, sim: o fato de Jair Bolsonaro ter revelado que usou uma cadeira no Supremo como moeda de troca para ter Sérgio Moro como ministro da Justiça pode dar força à proposta.

A arrogância dos bolsonaristas, que falavam em rever para baixo a linha de corte, de 75 para 70, pode resultar em coisa bem diferente: de 75 para 80. Isso não impediria, claro!, um ministro de pedir para deixar antes o tribunal.

Defendo a medida, sim!

Se o magistrado estiver no pleno gozo de suas faculdades intelectuais, por que não?

Apoiei a elevação de 70 para 75 e apoio agora de 75 para 80.

Nos EUA, tão apreciados por Bolsonaro, os membros da Supremo Corte ficam no cargo até morrer — ou enquanto a saúde permitir.

Isso impediria Bolsonaro de nomear dois ministros? Sim, uma das consequências seria essa. Não me peçam para lamentar depois de saber do troca-troca que ele fez com Sérgio Moro…

Ademais, contribuiria para manter por mais tempo na Corte, caso quisessem, os ministros Celso de Mello e Marco Aurélio Mello.

Acho isso muito bom.

Pensar, por exemplo, em trocar a cultura jurídica de um Celso de Mello pelos "conges", "rugas" e "haviam" de Sérgio Moro é coisa que milita em favor do obscurantismo!

Vamos economizar recursos da Previdência…  Calcule aí, Guedes, quantos bilhões seriam poupados em 10 anos.

 

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo