Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Garimpeiros ilegais têm máquinas queimadas e cobram proteção de Bolsonaro

Reinaldo Azevedo

09/09/2019 17h51

Garimpeiros que operavam ilegalmente dentro da floresta nacional do Crepori, no Pará, distribuíram áudios e vídeos convocando moradores a reagir contra fiscalização do Ibama e questionando o presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ). Os fiscais do Ibama e do ICMBio e agentes da Força Nacional atuaram na semana passada na região e queimaram retroescavadeiras e máquinas usadas para destruir o ambiente.

Havia milhares de garimpeiros operando garimpos ilegais na floresta, segundo integrantes da operação.
Amparados na legislação ambiental empregada várias vezes em anos anteriores mas que sofreu ataques recentes de Bolsonaro, os fiscais decidiram queimar os equipamentos porque havia risco de garimpeiros atacarem a fiscalização durante o reboque das máquinas —já houve tentativas de resgate do gênero.

A queima provocou a reação de garimpeiros em grupos de aplicativos de celular e redes sociais.

"Olha, isso é a ordem do nosso presidente Bolsonaro. Queimaram tudo, do trabalhador. Um milhão de reais queimado aí, uma PC [retroescavadeira] na reserva. [Ele disse] que não ia queimar mais nada. […] ICMBio e Força Nacional, chegaram queimando tudo aí", disse um garimpeiro enquanto filmava o incêndio.

No vídeo, ele reconheceu que a destruição ocorreu "na reserva", patrimônio público protegido por legislação. "Cadê você, Bolsonaro, que ia fazer alguma coisa e não era para botar fogo. Por que não levaram preso, para doar para alguma instituição. Essa é a ordem do nosso presidente, que nós votamos nele. Olha aí", reclamou outro garimpeiro.

Em outro ponto da floresta, um garimpeiro filmou uma retroescavadeira em chamas. "Olha a situação. Estamos aqui dentro da reserva. Uma escavadeira Caterpillar. Eu queria, Bolsonaro, […] que você visse esse vídeo e explicasse para o Brasil por que está acontecendo isso aí. Você disse que não ia acontecer mais", disse.(…)

Leia a íntegra e ouça áudio na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo