Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Prefeitura do Rio nega uso de fake news na resposta ao STF quanto à censura

Reinaldo Azevedo

09/09/2019 17h44

A Prefeitura do Rio de Janeiro negou nesta segunda-feira (8) que os embargos que a prefeitura do Rio de Janeiro encaminhou ao presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, pedindo esclarecimentos em relação à decisão que proibia a censura na Bienal do Livro citem um título que não foi comercializado na feira, que terminou neste domingo (8).

Um documento enviado à Folha pela assessoria de comunicação do evento e obtido com a equipe jurídica da Bienal mostra um pedido assinado pelo procurador-geral do município, Marcelo Silva Moreira Marques, e pelo subprocurador-geral, Paulo Maurício Fernandes Rocha, no qual buscam garantir o direito do município de fiscalizar e apreender livros.

Nesse documento, é mostrada uma foto do livro "As Gêmeas Marotas", cujas páginas são reproduzidas no suposto embargo de declaração, apresentando personagens infantis praticando atos sexuais.

"É falsa a informação de que a Procuradoria-Geral do Município teria enviado ao Supremo Tribunal Federal imagens do livro 'As Gêmeas Marotas', na Bienal do Livro no Rio. A Prefeitura lamenta que, na ânsia de atacar a atual gestão, parte da imprensa seja usada como ferramenta política", escreve a prefeitura carioca em nota enviada à imprensa pela Subsecretaria de Comunicação Governamental.

Também em nota, a Bienal do Livro afirma que de fato enviou um documento adulterado e se desculpa pelo erro. "A equipe jurídica contratada para esta ação judicial está empenhada em identificar a origem do suposto documento que chegou a um dos advogados que atuam no caso e acabou por induzir a comunicação ao erro", escrevem.

Consultado pela Folha, o advogado Marcelo Gandelman, que integra a equipe da Bienal, confirma que o embargo que traz a imagem do livro "As Gêmeas Marotas" e que foi enviado à imprensa foi recebido por um dos advogados do evento, mas diz desconhecer a origem dele. (…)

Na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo