Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Trump demite John Bolton, assessor de segurança nacional

Reinaldo Azevedo

10/09/2019 16h15

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, demitiu nesta terça-feira (10) seu assessor de segurança nacional, John Bolton, por divergências sobre a forma de conduzir a política externa americana em relação a Irã, Coreia do Norte e Afeganistão.

O assessor era o principal representante no governo da chamada linha-dura, que defende que Washington atue de maneira mais enfática contra seus adversários geopolíticos e não descarta o uso da força militar —ala que ganhou força durante a gestão de George W. Bush (2001-2009).

Em uma rede social, o presidente americano escreveu que informou a Bolton na noite de segunda-feira (9) que seus serviços não eram mais necessários. "Discordo fortemente de muitas de suas sugestões, assim como outras pessoas do governo, por isso pedi a John que renunciasse ao cargo", afirmou.

O agora ex-assessor, porém, deu uma versão diferente na rede social. Bolton afirmou que ofereceu sua renúncia na noite de segunda e que Trump pediu para conversar nesta terça.

John Bolton foi o primeiro assessor do governo Trump a se aproximar do presidente Jair Bolsonaro. No fim de novembro de 2018, após a vitória do brasileiro nas eleições e antes de sua posse, Bolton fez uma visita à casa de Bolsonaro e o convidou para um encontro com o presidente americano. (…)

Na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo