Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Denunciado no caso Marielle coloca apadrinhado em chefia na TV Alerj

Reinaldo Azevedo

18/09/2019 13h22

Denunciado pela PGR (Procuradoria-Geral da República) por suspeita de fraudar as investigações sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco, Domingos Inácio Brazão colocou um apadrinhado no comando de um contrato milionário na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Ex-vereador e ex-deputado estadual, Brazão é conselheiro afastado do TCE (Tribunal de Contas do Estado). Seu apadrinhado político, o ex-assistente de câmera Luciano Silva de Souza ​virou chefe da TV Alerj, após ter atuado em recentes campanhas eleitorais do PSL, como a do hoje senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente.

Luciano foi nomeado em fevereiro deste ano para o cargo de subdiretor da TV Alerj, o mais alto da hierarquia do departamento. Ele é responsável por gerir um contrato de cerca de R$ 800 mil mensais (quase R$ 10 milhões anuais) com uma empresa terceirizada, a Digilab.

Além do fornecimento de equipamentos e da manutenção de software, o pacote inclui um gasto de R$ 270 mil por mês para a contratação de 51 funcionários. Luciano levou 12 amigos para os quadros da Assembleia.(…)

Na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Mais Reinaldo Azevedo