Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

Em live, Bolsonaro acusa má-fé da PF no inquérito dos laranjas do PSL

Reinaldo Azevedo

11/10/2019 13h26

O presidente Jair Bolsonaro criticou nesta quinta-feira (10) inquérito da Polícia Federal que resultou no indiciamento do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, sob acusação de envolvimento no esquema de candidaturas de laranjas do PSL em Minas Gerais.

Em live semanal, transmitida nas redes sociais, ele afirmou que o responsável pela investigação policial "agiu de má-fé", que houve "exagero" no inquérito e que a intenção não foi atingir o ministro, mas sim o presidente da República.

No último domingo (6), a Folha mostrou que um depoimento e uma planilha obtidos pela Polícia Federal sugerem que recursos do esquema foram desviados para abastecer, por meio de caixa dois, a campanha presidencial de Bolsonaro.

No depoimento, Haissander Souza de Paula, assessor parlamentar à época do hoje ministro, disse que "acha que parte dos valores depositados" foi usada para pagar material de campanha de Álvaro Antônio e de Bolsonaro.

"O delegado da Polícia Federal fez uma pergunta para o cara lá. 'Esse recurso, que seria o caixa dois, foi usado na campanha do presidente Jair Bolsonaro?' Ele disse: 'Acho que sim'. Pronto, me carimbaram no processo. Isso aí é uma covardia. Quem fez esse inquérito aí agiu de má-fé. Ou devia se aprofundar. 'Acho?' Essa é a pergunta que se faz? O cara fala 'acho' e bota lá?", disse o presidente.(…)

Por Gustavo Uribe, na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Reinaldo Azevedo