Topo
Reinaldo Azevedo

Reinaldo Azevedo

PSL faz nota acusando "ameaças veladas" e omite ação da Polícia Federal

Reinaldo Azevedo

15/10/2019 20h37

A Executiva Nacional do PSL publicou nesta terça-feira (15) uma nota em que faz críticas veladas ao presidente Jair Bolsonaro e ignora a operação policial que atingiu o presidente da legenda, deputado Luciano Bivar (PE).

O texto diz que a divergência intrapartidária é natural ao processo democrático e que não deve ser resolvida com "insinuações e ameaças veladas".

"Que se mostram frágeis, sem respaldo jurídico e que em nada contribuem para o crescimento das instituições democráticas e para o atendimento das necessidades básicas da sociedade, o que é obrigação de todo homem público, especialmente dos que exercem os mais altos cargos da República", diz o texto.

A nota faz referência à notificação extrajudicial enviada pelos advogados de Bolsonaro ao partido na sexta-feira (11), em que pede a realização de uma auditoria externa nas contas do partido.

O pedido foi defendido também por um grupo de 21 deputados, que no racha do PSL se posicionam ao lado do presidente. Eles querem a prestação de contas do PSL dos últimos cinco anos.

Sem citar nomes, o texto também diz que os posicionamentos "noticiados caracterizam pueril tentativa de criar fatos artificiais que visam atender meros interesses pessoais em detrimento do interesse coletivo do partido".

A Executiva Nacional não faz menção à operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça contra Bivar, que comanda o grupo majoritário do partido e está em disputa com a ala bolsonarista. (…)

Na Folha.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Reinaldo Azevedo