Topo

Aras defende troca de dados sigilosos sem autorização judicial

Reinaldo Azevedo

19/11/2019 16h34

O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu nesta terça-feira (19) que o STF (Supremo Tribunal Federal) mantenha a possibilidade de o antigo Coaf e a Receita Federal enviarem seus relatórios a investigadores sem prévia autorização judicial.

O antigo Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) ganhou um novo nome sob a gestão Jair Bolsonaro e agora é chamado de UIF (Unidade de Inteligência Financeira), vinculada ao Banco Central.

Em ofício entregue ao STF, Aras sustentou que impedir o compartilhamento direto de informações financeiras e fiscais atrapalha o combate à lavagem de dinheiro e prejudica a imagem do país em organismos internacionais, como o Grupo de Ação Financeira Internacional (Gafi) e o Banco Mundial.(…)

Na Folha.

Sobre o autor

Reinaldo Azevedo, jornalista, é colunista da Folha e âncora do programa "O É da Coisa", na BandNews FM. É autor de "Contra o Consenso", "O País dos Petralhas I e II", "Máximas de um País Mínimo" e "Objeções de um Rotweiler Amoroso".

Sobre o blog

O "Blog do Reinaldo Azevedo" trata principalmente de política; envereda, quando necessário — e frequentemente é necessário —, pela economia e por temas que dizem respeito à cultura e aos costumes. É uma das páginas pessoais mais longevas do país: vai completar 13 anos no dia 24 de junho.

Reinaldo Azevedo